sábado, 28 de setembro de 2013

"VARINAS" DE LUIS DOURDIL


" VARINAS" Óleo s/Platex 57 X 30 de 1952

Maria Lisboa



É varina, usa chinela,
tem movimentos de gata;
na canastra, a caravela,
no coração, a fragata.

Em vez de corvos no xaile,
gaivotas vêm pousar.
Quando o vento a leva ao baile,
baila no baile com o mar.

É de conchas o vestido,
tem algas na cabeleira,
e nas velas o latido
do motor duma traineira.

Vende sonho e maresia,
tempestades apregoa.
Seu nome próprio: Maria;
seu apelido: Lisboa.




David Mourão Ferreira

Um comentário:

  1. DOURDIL que saudades, um dos maiores pintores de sempre...

    ResponderExcluir