segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Luis Dourdil e a sua amiga e Pintora Gracinda Candeias-Pintores Portugueses do Século XX


 NATAL

 Nos idos anos 80, por várias razões não passei o Natal com a família durante 4 anos.
Ia sempre para fora e numa ida a Paris baralhei-me nas datas e perdi o avião!!!
Estava sem lençõis porque tinha posto tudo na lavandaria, lembrei-me logo do Dourdil e fui pedir auxilio e diz-me ele:



- Então vai passar o Natal sózinha?
- Sim!Disse-lhe
- Era o que faltava !Venha cá para casa!
 Daí em diante, durante anos, passava sempre a véspera de Natal; mesmo com os meus pais eu dizia sempre:
 Primeiro vou ao Dourdil!
 Nunca mais me esqueço as noites calorosas com a Olinda o Luís Fernando e o Adriano de Gusmão que      também lá passava.
Até hoje lembro-me também de comer o melhor perú da minha vida, nunca mais comi um igual!

2 comentários:

  1. ADOREI!!
    É ESSE AMBIENTE QUE GUARDO NA MEMÓRIA!!!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Gracinda!É um prazer para mim, partilhar estas histórias de dois grandes "Nomes da Pintura Contemporânea Portuguesa"!
    Além, de manter acesa a "Chama de uma Obra Ímpar que é o legado do Pintor Dourdil" às novas gerações.

    ResponderExcluir